La Calidad es lo que importa

Eu acredito em encontros. No encontro de um grande amor, de uma nova amizade, de um lugar especial, de um vinho e é sobre isso que quero falar aqui. Logo que cheguei no Uruguai, no meu primeiro almoço “fui apresentada” para a bodega Alto de la Ballena. Marcelo Betencourt, chef da Estancia Vik, quem fez as honras da casa. Foi um corte de Tannat e Viogner o primeiro Ballena de minha vida. Houveram muitos …

No último dia em solo uruguaio marquei uma visita à bodega que fica na ruta Nacional KM 16,4 em Maldonado. O tempo estava nublado, fazia quase um friozinho. Alvaro Lorenzo me recebeu com um sorriso e tremenda simpatia. Tão bom ser recepcionado assim, né?

Fomos até a “sala de degustação”, as aspas se dão porque o local em questão era um terraço de madeira pintada de preto com cadeiras e bancos da mesma cor e rústicos. A vista, meus caros, é de arrepiar, mas perdoem-me a luz não estava propícia para fotos de paisagem. Vocês sabem, né? Fotografar é escrever com a luz.

Alvaro é uma pessoa cativante, sabe muito do mundo dos vinhos, fiquei o escutando falar e me dei conta que já aprendi alguma coisa sobre o tema. Ele me contou que a dez anos, ele e Paula Pivel (sua esposa) resolveram fazer uma mudança – ela trabalhava em um banco, ele era advogado, decidiram, então, comprar terras para plantar uvas e produzir vinhos. Assim o fizeram. Em 7,5 hectares plantaram merlots, tannats, cabernets franc, syrahs e viogners. Hoje produzem 30 mil garrafas por ano. Pretendem chegar a 60 mil e parar por aí. Qualidadade é o que importa.

Realmente gostei muito de conhecer o Alvaro e saber um pouco mais da bodega e de seus vinhos, foi um prazer escutar suas histórias e ver a sintonia que existe entre ele e a Paula, um casal sem filhos, por mera casualidade, que namora sua esposa (entrou na listinha dos casais para se inspirar). Conectados por um projeto de vida que é produzir vinhos boutique, que recebem visistantes com o maior prazer (apenas ligue e reserve 598 99602006).